Tema

A escassez de água em regiões metropolitanas reflete-se de maneira intensa na atividade econômica local, regional e, por vezes, nacional. Ela também resulta em impactos socioeconômicos e ambientais em escala local e regional. Os ecossistemas de mananciais situados em bacias peri-urbanas e urbanas, particularmente as dotadas de lagos e reservatórios, são frágeis e vulneráveis às mudanças que ocorrem em suas bacias hidrográficas decorrentes de pressões antrópicas variadas que refletem a complexidade social e a dinâmica de atividades econômicas em regiões conurbadas.

A hipótese central do projeto de pesquisa é de que é possível aumentar a resiliência de mananciais estratégicos a pressões antrópicas e a mudanças climáticas, por meio de medidas de regulação do uso do solo, uso de técnicas de conservação de solo e água e de técnicas baseadas em conceitos de infraestrutura verde e azul (IVA). Essas técnicas podem trazer benefícios de mitigação de impactos de atividades agrícolas, minerárias e da expansão urbana sobre o ciclo hidrológico e a poluição hídrica, contribuir para a redução de riscos de escassez de água e de inundações e promover a biodiversidade. Há outros benefícios, de natureza social, ambiental e econômica, como a diversificação da atividade econômica, a criação de oportunidades para a geração de emprego e de renda, o convívio social e o lazer, entre outros.

O presente projeto de pesquisa enfatiza, por um lado, a identificação dos benefícios gerados por essas técnicas sobre o regime hidrológico e sobre a qualidade de água por meio da modelagem integrada bacia hidrográfica e reservatórios. Por outro lado, busca quantificar os custos de implantação de técnicas de conservação de água e solo, conceber e avaliar alternativas de financiamento bem como os arranjos institucionais requeridos para atingirem-se objetivos de proteção de mananciais estratégicos em escala metropolitana.

Construir e simular cenários de uso e ocupação do solo segundo estratégias correntes e de conservação de solo e água, tendo em conta os impactos potenciais de mudança climática, é uma forma de tornar claras as ameaças à segurança hídrica em regiões metropolitanas, bem como de avaliar os benefícios de políticas conservacionistas. Segundo uma perspectiva de modelagem hidrológica, questões de pesquisa tais como a representação de práticas de conservação de solo, de mudanças em manejo de fertilizantes e pesticidas e de técnicas de irrigação, de emprego de técnicas compensatórias em drenagem pluvial urbana, são temas relevantes e com potencial para inovação. Aqui, as questões estão relacionadas às escalas territorial e temporal da representação, bem como à modelagem de comportamento e de desempenho dessas técnicas. Um outro aspecto relevante é a integração entre modelos meteorológicos de circulação global, modelos hidrológicos e modelos hidrodinâmicos e ecológicos de lagos.

É, igualmente, importante refletir sobre bem como avaliar os arranjos institucionais, os custos e os meios econômicos e financeiros que podem tornar possíveis a adoção de práticas conservacionistas e, de forma mais ampla, a concepção e a implantação de políticas de proteção de mananciais estratégicos em contexto metropolitano. Os conceitos de serviços ecossistêmicos e os diferentes processos pelos quais podem tais serviços podem ser mobilizados e compensados entre provedores e consumidores também oferecem perspectivas importantes de inovação em pesquisa e em aplicação.

You want to make sure you get a paper writing service that will have

It’s not difficult to come across

Some coupons are great for just one special sort of product, like printing affordable papers off newspaper for the home.

books to help you with this since there are many companies that sell books which are older and have been re-used and come in wonderful state.

the ability to handle your requirements.